sexta-feira, 28 de março de 2008

Escolhendo a base, cara pálida!


Índio quer passar base!
Eu tenho a pele extremamente oleosa então sofri para encontrar as eleitas no quesito base. A primeira dica que eu dou é a seguinte: seja cara de pau, teste mesmo. Vá naquela loja que tem trocentas marcas e peça para passarem o tester, pergunte a cor que indicam, mas sempre pense o seguinte: Na loja a luz nem sempre é a melhor.
Base pra mim é um exercício de paciência, tem que ser perfeita. A pele pode fazer ou destruir uma maquiagem, não é um olhão bem feito que vai desviar a atenção da pele, a pele mal feita, com base mais clara, ou mais escura desvia a atenção de todo o resto.
Então vamos falar um pouco sobre base. A maioria dos maquiadores precisa ter várias cores, para toda a enorme variedade de tonalidades de pele que encontramos pela frente. Para uma pessoa que gosta mais de maquiagem duas cores são ideais, uma na sua cor e uma mais escura para o verão. Para quem acha tudo isso muito complicado, uma só está mais do que bom, com um bom pó bronzant a gente dá o tom de verão da pele.
Eu tenho duas bases preferidas: Teint Idole Ultra, Lancôme e Cobertura Média Mary Kay. Essas são minhas bases líquidas, as em pó falarei em um post mais adiante. Essas bases especificamente conseguem segurar a oleosidade da minha pele e tem ótima cobertura. Uso pouquíssimo corretivo, pois elas já deixam a pele bem uniformizada.
Para minha cor eu uso a cor 03 da Teint Idole e a cor 302 da Mary Kay. Ambas puxam ligeiramente para o caramelo, pois tenho tons avermelhados no rosto, enquanto no corpo o amarelado é maior. Uso para igualar.
No verão uso a base Dior Flash e Mary Kay na cor 400, mais escuras do que o normal para igualar também com o corpo. Não tomo sol no rosto para evitar o envelhecimento precoce na pele, já não tomo sol no rosto há uns anos.
Eu passo a base de três formas: esponja, pincel e com as mãos. Sendo sincera, uso as mãos 98% das vezes... Passo como se fosse uma pintura indígena. Três traços na testa, dois na bochecha e um no queixo. Espalho bem do centro do rosto para fora. ATENÇÃO ESPECIAL A RAÍZ DO CABELO! Ali que fica muitas vezes marcado aonde começa a base, puxe delicadamente a coloração mesclando com a pele, dando muita atenção também as laterais do rosto e pescoço.
Dica: Depois de experimentar a base na loja, experimente tirar uma foto. Nada como uma foto para ver se a base está clara ou escura.

terça-feira, 25 de março de 2008

Mas e a ordem dos produtos? Aí que eu me perco!


Quando eu comecei a me maquiar, uma das minhas maiores dúvidas era a ordem de passar os produtos. O que vinha primeiro? Base ou corretivo? Toda vez que lia uma revista, um livro de maquiagem ou um maquiador falando na TV cada um dizia uma coisa. O melhor a fazer nesse caso era testar e ver qual a ordem seria melhor para mim e eu cheguei a uma conclusão, e uma ordem, que uso até hoje.

O primeiro produto que uso é a base. Como a base já dá uma cobertura boa na pele, o que eu faço é somente corrigir o que não teve cobertura suficiente com o corretivo. Passando a base por cima dele, percebia que muito do efeito do corretivo se perdia com a base levando a cor embora.

O segundo produto que passo é o corretivo, como expliquei no post anterior, cobrindo olheiras e corrigindo pequenas imperfeições na pele. Eu prefiro uma base com cobertura maior, do que uma muito fina que me obrigue a usar mais corretivo. Quando tentamos cobrir uma espinha, o efeito pode ser o contrário, chamando mais atenção com uma tonelada de produto na região. Intensifico a base na área, puxo bem as laterais da correção, e com o dedo anelar dou batidinhas com o corretivo, de leve.

O terceiro produto é o pó solto ou compacto para acabamento da pele, com um pincel largo nas regiões que brilham mais: Testa, queixo e nariz. Depois levemente no resto do rosto.

A quarta etapa são os olhos. Primeiro passo uma sombra base em todo olho, até rente a sobrancelha. Na pálpebra móvel passo a sombra, esfumaço. Depois a do canto externo, esfumaçando também e mesclando com a da pálpebra toda. E por último a iluminadora, mesclando com as outras. Passo por último, pois muitas vezes a iluminadora perde seu efeito se alguma pincelada em falso vai além do desenho desejado. Essa é a ordem básica, ela pode mudar, mas na maioria das maquiagens de olhos, faço assim.

A quinta etapa é o blush, passo agora, pois dependendo do quanto eu fiz os os olhos marcantes, eu peso mais no blush ou menos. No vídeo passei mais do lado esquerdo do rosto para vocês verem o efeito. Estou sem make, só passando o blush para demonstrar o movimento mesmo: "meia lua e bolinhas".


video


Por último o batom ou gloss(ou ambos!), com a make praticamente pronta a gente consegue ver se falta alguma cor, que pode ser dada pelo batom um pouco mais forte ou se queremos mantê-la leve, com um batom nude ou cor de boca.

segunda-feira, 24 de março de 2008

Jogo claro/escuro. "Nunca joguei isso não, ô!"

Na maquiagem existe uma regra simples, o jogo claro/escuro. Tudo que você quer iluminar, fazer saltar, você clareia. Tudo que deseja que não chame atenção você escurece. Isso acontece por exemplo nessa foto, que está marcado o uso correto do corretivo para que tem olheiras profundas, com aquela região tendo além da área mais escura, também mais profunda. Nesse caso passamos o corretivo dentro da região pontilhada e na indicada pela seta preta. Ao longo dos anos, essa região dos nossos olhos escurece, é normal. O que fazemos e passar o corretivo também na pálpebra móvel, igualando a coloração. O que não devemos fazer em hipótese alguma é passar o corretivo na região com o sinal vermelho de pare, ali sendo a área mais "alta" e clara da região devemos deixar somente a base, pois como diz a regra, clareamos somente o que desejamos fazer saltar, aparecer mais, queremos igualar a área pontilhada às outras regiões.

A regra vale para também para a afinar o nariz, por exemplo. Usamos uma base mais clara no centro do nariz e uma mais escura nas laterais, seguida por pó bronzant, somente nas laterais também. Chamando atenção para a parte mais fina do nariz, tornando-o mais fino.



Outro exemplo são olhos juntos e separados. Hã? Mas como assim? A proporção é a seguinte: Entre os olhos a distância deve equivaler ao tamanho de um olho nosso(Na figura, distância B deve ser igual a distância A). Com os dedos veja a distância do canto interno ao externo do olho de frente para o espelho, depois encaixe entre um olho e outro, sobre o nariz. Caso a distância seja menor que a medida, os olhos são juntos, maior, separados. Quando os olhos são juntos, clarear o canto interno os separa. Se eles são separados, escurecer a região os torna mais juntos.



Estou muuuito cansada hoje, o tutorial fica para amanhã sem falta!

Beijos e boa semana!

domingo, 23 de março de 2008

Maquiagem olhos Blackout

Quando faço um olho preto assim, que é super sexy e impactante eu tomo alguns cuidados por que qualquer exagero com preto fica gritante.

Eu deixo a boca sempre em um tom de boca beirando o nude, a estrela dessa make são os olhos e é para lá que eu quero chamar atenção. Mas evito sombras brancas ou muito claras iluminando, são no tom da pele ou somente ligeiramente mais claras, ou o resultado será aquela make exagerada. Nessa especificamente usei uma leve camada de pancake branco, mas ele é totalmente apagado quando esfumaço com o pincel e a sombra Smokey da Trucco, fica sutilmente mais claro.

O blush também é um coadjuvante nesse caso. É só para dar uma cor saudável, nada muito pesado, somente dando contorno e um pouco de rosado nas bochechas. Eu normalmente uso blush rosado com olhos assim, dá um ar mais leve do que o tom quente nesse caso.

O corretivo e o esfumaçado dos olhos são a parte mais importante. Ele tem que ser necessariamente um tom mais claro que nosso tom de pele. Como o preto escurece toda a região, o resultado com o corretivo no tom da pele são dois grandes olhos pretos com olheiras enormes. Fazendo maquiagem, o jogo de claro/escuro é muito importante. Se você vai escurecer muito os olhos, use um corretivo ligeiramente mais claro ou uma camada a mais do seu corretivo. Lembrando que com a sombra preta sempre temos que corrigir ao longo da maquiagem, para isso eu gosto de usar uma caneta iluminadora. Esfumaçar é essencial, fica chique, dá leveza em um visual pesado por natureza, uso o Pincel 224 da MAC e o pincel Stomper da Mary Kay. Para esfumaçar nos cílios de baixo, pincel largo e chato com cerdas mais rígidas. O movimento é para os lados, puxando ligeiramente para baixo, mesclando na pele. Para corrigir a sombra que vai caindo, passo iluminador com pincel de corretivo e vou puxando rapidamente, ajeitando depois com batidinhas e o dedo anelar.

Tudo que usei:

Base cor 302 MK
Corretivo Touch Eclat cor 03 com Caneta Iluminadora MK por cima. (gostei da mistura!)
Blush pinch me e Coppertone MAC
Pancake branco Payot fazendo base para a sombra preta
Nos olhos: Carbon MAC, Smokey Trucco e a sombra preta e dourado do sexteto Metallic Eyes MAC em toda pálpebra molhada.
Boca: Kinda Sexy MAC com gloss Maybelline incolor por cima.
Rímel Maxi Frange Bourjois

Uma Páscoa muito feliz para todos nós!

sexta-feira, 21 de março de 2008

Pequenas maravilhas


Esse produto culpo a Camila por ter criado uma dependência. São essas toalhinhas de bebê super macias e grossinhas, da Johnson & Johnson, elas são diferentes das Baby wipes pois não são finas,tem uma textura que é quase um paninho, super cheirosas. São para higiene pessoal, testadas dermatologicamente e não saem da minha bolsa.

Outros produtos Johnson que não podem faltar:

Baby óleo puro - Uso depois do banho e também quando quero aquele brilho de verão. Essa foi uma dica de algum maquiador, que não me recordo no momento, passava óleo Johnson no corpo das modelos(gente, não no rosto!) para elas ficarem com aquele brilho no colo e nos ombros. Como o óleo é super concentrado é só ir colocando aos pouquinhos. Nos ombros, nas saboneteiras e nas pernas o efeito é lindo.

Shampoo Johnson - Não tem sal então limpa o cabelo com suavidade. Ótimo para remover maquiagem também. É só colocar umas gotas em um algodão embebido em água.

quinta-feira, 20 de março de 2008

Finalmente um blog de maquiagem!


Era uma sem-teto para os meus tutoriais, como muita gente pediu, resolvi fazer esse Blog só para meus devaneios. O Flickr continuará frenético, aqui você verá as makes e todo seu processo bem explicado. Vou falar sobre tudo mesmo, da make mais simples a mais elaborada.
Aqui a gente faz a make e mostra o tutorial!(as piadinhas toscas continuam...)

Vou começar com makes para noivas. Da pele aos olhos, tudo bem explicado com gráficos e tudo.

Essa é um pouco difícil, mas é muito divertida de fazer. Como uso pancake branco nessa de forma mais leve é boa para começar. A próxima que vou explicar será a inspirada na make da Miss Brasil, Nathália Guimarães.

Tutorial completo na SEGUNDA-FEIRA, depois do feriado. ;)










 
template by suckmylolly.com